Por que e como avaliar impacto?

1
1020
(ilustração: freepik)

Avaliar impacto é mais que uma necessidade para demonstrar o valor da sua organização e dos projetos nos quais ela atua. Avaliar impacto garante a existência de métricas mensuráveis que estão sendo analisadas durante todas as etapas do projeto, ponto fundamental para a organização conseguir tomar decisões assertivas e embasadas.

Recordo-me de um projeto de fortalecimento de organizações de base cuja ideia era dar quatro meses de treinamento, iniciando o primeiro ciclo em abril. A turma tinha 80% de presença em todas as formações semanais, porém, em junho, as aulas tiveram apenas 30% de presença. É uma diferença considerável, e tivemos que reportar o fato para a organização contratante. A “conclusão” foi automática: a presença caiu por conta das férias escolares. Parecia óbvio, mas, como avaliadores de projeto, fomos verificar.

Ao ligarmos para os alunos de uma amostra dos faltantes a fim de saber a motivação de não terem comparecido às formações de junho, a surpresa: uma pessoa que participava do projeto havia falecido e, como as organizações haviam ficado muito unidas pelo projeto, sentiram-se mal por participar aquele mês sem ela. Constatação: para uma boa avaliação de impacto tudo deve ser baseado em premissas; portanto, nada é verdadeiro até que seja comprovado por amostra ou dados verificáveis. A princípio pode parecer sem importância, mas o projeto estava para ser alterado para evitar formações no mês de junho a partir de uma premissa de que nesse mês as organizações faltariam por conta do período de férias escolares.

para uma boa avaliação de impacto tudo deve ser baseado em premissas; portanto, nada é verdadeiro até que seja comprovado por amostra ou dados verificáveis.

Mais um caso para elucidar a importância de uma avaliação criteriosa: uma organização social que promove a reconstrução facial de mulheres vítimas de violência doméstica percebeu que, ao entrevistar essas mulheres anos depois, muitas delas relataram ter passado por abusos sexuais e estupro. Mais uma vez, de forma prematura, chegaram à conclusão de que a reconstrução facial deixaria as mulheres ainda mais atraentes e que o projeto poderia estar aumentando a violência contra elas. Foi um peso enorme para todos os componentes da equipe da organização, como se eles indiretamente fossem “culpados” por esses abusos.

Caso houvesse uma equipe de avaliação de impacto nessa organização, eles teriam um grupo de controle formado por mulheres da mesma faixa etária, com mesmo perfil familiar e com condições socioeconômicas similares que não passariam pelo projeto, mas estariam sendo avaliadas periodicamente junto ao grupo de mulheres impactadas pelo projeto. Se isso tivesse sido feito, iriam constatar que, independente do projeto e de terem ficado realmente mais atraentes, de qualquer forma aquelas mulheres sofreriam abusos sexuais e estupros em suas comunidades. 

Esses casos nos revelam alguns caminhos a ser tomados. Toda avaliação de impacto deve começar com um marco zero e ter um grupo de controle. O marco zero é uma análise abrangente da situação atual da comunidade e dos beneficiários. As mesmas análises precisam ser refeitas em vários momentos do projeto e comparadas ao marco zero para demonstrar os resultados da organização. Caso seja verificado algum indicador fora do padrão ou ainda que os objetivos não estão sendo alcançados, a organização deve investigar o problema e, em cima das evidências, tomar decisões para aperfeiçoar o projeto.

O grupo de controle é um grupo similar ao seu público que deverá ser analisado durante todo o tempo do projeto e por alguns anos após sua finalização. Serve para demonstrar o que aconteceria com o público sem a sua intervenção e identificar de forma mais científica o impacto real que o projeto tem na vida das pessoas.

A sua organização tem certeza de que as decisões tomadas foram embasadas em dados verificáveis? Quantas decisões já foram tomadas sem verificar de forma mais completa as premissas que levaram à decisão? Quanto recurso (financeiro e humano) poderia ser mais bem utilizado se houvesse uma garantia de que todas as decisões tomadas no seu projeto estão direcionando as atividades para o máximo de impacto possível?

Avaliar impacto não é custo, é investimento.

1 comentário

  1. É por meio da avaliação de resultados e de impacto que conseguimos compreender se estamos no caminho certo e se precisamos realizar melhorias no projeto! Além de ser uma ótima ferramenta para mostrar nosso trabalho para parceiros, investidores etc.

    “nada é verdadeiro até que seja comprovado por amostra ou dados verificáveis”

    Parabéns pelo artigo!

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome